segunda-feira, 18 de maio de 2009

Conexão Brasil-Portugal

Ultimamente tenho recebido inúmeros convites para adicionar pessoas em minha lista de contatos do msn. Porém, como medida de segurança, recuso a todos, pois não tenho costume de conversar com pessoas estranhas.
Mas um dia um pedido me pareceu simpático, e eu decidi aceitá-lo. Imediatamente pulou uma mensagem em minha tela que dizia: "Oi obrigado por me add! lol".
Perguntei quem era. Ele disse que me encotrou através de um conto que eu havia escrito em outro site. E queria me conhecer.
Nos apresentamos e ficamos conversando sobre os contos que eu escrevo. Por causa de algum problema no messenger eu não conseguia ver sua foto.
Ele, um doce portuguesinho, era todo gentil e atencioso, e se desdobrou em elogios à minha foto.
Pedi para vê-lo. Ele então se conectou à webcam e me mostrou seu rosto jovem, bonito. Seus cabelos cacheadinhos lhe davam um ar mais juvenil ainda. Definitivamente, um belo representante da "terrinha".
Ele me contou que adorava ler contos de mulheres. Adorou o meu, e por isso resolveu me conhecer melhor.
Começamos então a conversar sobre nossas preferências entre quatro paredes. À medida que eu ia escrevendo, íamos ficando excitados. Eu então comecei a me tocar por baixo da calcinha.
Ele me disse que estava muito excitado também, então eu pedi para ver. Ele não acreditou no que leu, mas logo deixou o computador de lado e fez um strip de tirar o fôlego. Que corpo! Nada muito musculoso, mas todo definido...tudinho em seu devido lugar...
O penis rosado logo me chamou atenção. Era proporcional ao seu corpo, e exatamente no meu número. Eu quis estar ali para colocar todo ele em minha boca, mas havia um oceano entre nós.
Ele tocava e acariciava o penis duro, apontando pela câmera para mim. E eu só imaginava aquela delícia penetrando meu corpo e ia me arrepiando inteira de prazer.
Àquela altura eu ja estava com as pernas arreganhadas, as maos ocupadas em manipular clitóris e vagina consecutivamente. Avisei a ele que iria gozar, quando vi um jato de porra saltar. Delirei. Gozei e gozei e gozei. Lindo ver o rosto dele depois do orgasmo. Queria que também pudesse ver o meu, mas isso só foi acontecer depois, em outro conto.

Nenhum comentário: